Últimos
Capa » Notícias » Política » Estadual » Municípios terão mais autonomia na captação de recursos
Municípios terão mais autonomia na captação de recursos

Municípios terão mais autonomia na captação de recursos

Iniciou na manhã de ontem (28) o curso de captação de recursos federais não reembolsáveis voltados para gestores municipais e servidores técnicos de Rondônia, no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), em Porto Velho. A capacitação, promovida pela Secretaria de Estado do Planejamento e Coordenação Geral (Seplan), reúne mais de 150 servidores estaduais e municipais até a próxima sexta-feira (30).A solenidade de abertura contou com a presença do chefe da Casa Civil, Juscelino Amaral; do secretário executivo do Governo, Martins Coelho; dos deputados estaduais, Adelino Follador e Edson Martins; do diretor de Projetos e Pesquisas do Corpo de Bombeiros, tenente-coronel Gilvander Gregório; do secretário da Seplan, George Braga; e do consultor na Universidade de Brasília (UNB), Roberto Amaral, instrutor da capacitação.

Ao apresentar as potencialidades do Estado e as ações já desenvolvidas pela nova gestão estadual, durante a abertura do curso, George explicou que para dar continuidade e alavancar o desenvolvimento de Rondônia é preciso que cada município tenha autonomia para buscar outras fontes de recursos. Umas destas alternativas é a captação de recursos diretamente em Brasília, através da elaboração dos projetos com eficiência e cadastramento no Sistema de Convênios do Governo Federal (Siconv).

Para Martins, a iniciativa do governo em propor às prefeituras uma parceria na busca por recursos da União e possibilitar o conhecimento para este processo representa mais um ato de cooperação. “Não vejo outra forma de desenvolver o Estado sem incluir a participação de todos, assim como não como vejo como incluir esta participação sem ações concretas de cooperação.” Disse o secretário executivo.

Juscelino caracterizou o evento como um momento de sabedoria e afirmou que o Estado só será forte se cada município for fortalecido. “Rondônia já passou por diversos ciclos e hoje vive o ciclo do conhecimento e é preciso conhecimento para planejarmos as nossas ações. Os problemas que enfrentamos hoje tem como base a falta de planejamento no passado. Por isso a realização deste curso é indispensável para a construção de um Estado forte, humanizado e participativo”, afirmou o chefe da Casa Civil ao parabenizar a equipe da Seplan e agradecer a disposição do consultor da UNB, Roberto Amaro, em ministrar a capacitação.

Fonte:DECOM