Últimos
Capa » Notícias » Nacional » Prefeitura de Manaus e SUFRAMA buscam agenda para o Distrito
Prefeitura de Manaus e SUFRAMA buscam agenda para o Distrito

Prefeitura de Manaus e SUFRAMA buscam agenda para o Distrito

O superintendente da SUFRAMA, Thomaz Nogueira, foi ao Palácio Rio Branco (zona Sul de Manaus), nesta segunda-feira (25), convidar o prefeito da capital amazonense, Arthur Virgílio Neto, para participar da abertura da Feira Internacional da Amazônia (FIAM), que ocorre nesta quarta-feira, às 17h, no Studio 5 Centro de Convenções. No encontro, Nogueira, Virgílio e ainda o secretario de governo da Prefeitura, Humberto Michiles, também discutiram a construção de uma agenda conjunta para o Distrito Industrial, área que abriga a maioria das indústrias da Zona Franca de Manaus.
“Estou honrado com a visita de Thomaz Nogueira e já posso adiantar que o convite está aceito, estarei na Feira sim. Quanto ao Distrito, acho que todos nós queremos vê-lo brilhando”, disse Virgílio. “Precisamos de uma saída para o calçadão, para a área de expansão do Distrito e precisamos definir a utilização de áreas cedidas pela SUFRAMA”, completou.
A SUFRAMA apontou dez áreas no Distrito Industrial de Manaus que podem ser usadas pela Prefeitura para obras, das quais seis já pertencem ao município. “Existem seis áreas que já são nossas, então não tem mais qualquer trâmite, só precisamos definir onde serão feitas creches e onde serão unidades básicas de saúde”, disse o prefeito, que solicitou da assessoria providências para ocupação dos locais.
Thomaz Nogueira ressaltou a importância do Distrito Industrial para a economia nacional. “Os recursos que saem deste polo são exportados para ações em todo o País. A Zona Franca é fundamental para o Brasil, mas qualquer investidor que olhar hoje para o Distrito Industrial vai colocar em dúvida a capacidade de gestão de seus administradores”, disse o superintendente, para quem deve ser feita uma requalificação completa da área.
O prefeito de Manaus defendeu maior aporte de recursos federais para a região. “Entendemos a necessidade do contingenciamento de recursos da SUFRAMA, mas é preciso definir um percentual mínimo de liberação. Manaus faz muito pelo Brasil e é preciso reconhecer isso”, defendeu Virgílio.
Graças à liberação de recursos federais, foi possível estabelecer um convênio com o governo do Amazonas para recuperação de 30 vias na região. A precariedade das ruas do Distrito foi um dos assuntos da conversa entre prefeito e superintendente e novos encontros deverão definir a melhor saída para atuação nas áreas não contempladas pelo convênio.

Texto/Fotos: Fábio Alencar