Últimos
Capa » Notícias » Nacional » Valdir Raupp denuncia invasão de áreas de preservação ambiental em Rondônia
Valdir Raupp denuncia invasão de áreas de preservação ambiental em Rondônia

Valdir Raupp denuncia invasão de áreas de preservação ambiental em Rondônia

O senador Valdir Raupp (PMDB-RO) denunciou na segunda-feira (16), em Plenário, que áreas de preservação ambiental de Rondônia foram invadidas e desmatadas por produtores rurais. Ao sobrevoar a região, ele contou 38 pontos de invasão.
O senador ainda lamentou que, depois de anos de redução, o desmatamento na região amazônica tenha registrado aumento em 2013. Por isso, ele questionou os órgãos de proteção ambiental e pediu providências do governo para impedir as ocupações ilegais e o consequente desmatamento em áreas de proteção ambiental.
Valdir Raupp lembrou ainda que chegou a sugerir um projeto de lei, intitulado desmatamento zero, que previa o aproveitamento econômico de áreas já degradadas para, com isso, impedir que novas áreas fossem desmatadas. Mas a proposta não foi aprovada, lamentou ele.
– O desmatamento na Amazônia vinha caindo. Em 2004, foi o pico, com 27 mil quilômetros quadrados; depois, em 2005, caiu para 19 mil; em 2006, para 14 mil; em 2007, para 11 mil; em 2008, aqui teve um pequeno pico também, 12 mil; em 2009, já caiu para 7 mil; 2010, 7 mil; em 2011, 6418; 2012 teve o menor índice, apenas 4571; e agora em 2013, voltou a cresceu, com 5843 – registrou.
O senador citou que alertou os órgãos ambientais a respeito do desmatamento na região, a exemplo do IBAMA, o Ministério do Meio Ambiente e a Secretaria estadual do Meio Ambiente do estado.
“Estive inúmeras vezes com a secretária estadual do Meio-Ambiente,  Nanci Rodrigues e com o governador Confúcio Moura tratando a respeito do tema. Fiz a mesma cobrança  a ministra Izabela Teixeira, do Meio Ambiente e  ao  presidente do Ibama, Volney Zanardi Júnior, em Brasília, informou  Raupp.
Ao final do seu discurso, o senador destacou o fato de o Congresso Nacional ter realizado na manhã desta segunda-feira(16), uma  sessão solene para lembrar os 25 anos da morte do seringueiro Chico Mendes, que se tornou um dos maiores defensores do meio ambiente.

Fonte:Assessoria de Imprensa