Últimos
Capa » Notícias » Policial » Policial » Polícia Civil reforça equipe de investigação e interliga distritos e delegacias

Polícia Civil reforça equipe de investigação e interliga distritos e delegacias

A Polícia Civil reforçou na manhã desta segunda-feira (23) as equipes do Serviço de Investigação e interligou oito Distritos Policiais e 15 Delegacias Especializadas a um canal de comunicação interno por meio de aplicativos e redes sociais. A medida, de acordo com o diretor-geral da PC, delegado Pedro Mancebo, é garantir maior eficácia às operações realizadas em conjunto com a Polícia Militar, Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional de Segurança durante os festejos de final de ano. As ações se estendem ainda aos municípios do interior de Rondônia, com a permanência de 14 delegados em escala de plantão e conectados entre si. Mais um delegado e vários investigadores passaram a atuar no Serviço de Investigação da Polícia Civil (Servic) com o objetivo de apontar os autores dos ataques da última quinta-feira (19) em Porto Velho, quando em decorrência dos tiros dois bairros da capital, sete pessoas morreram e 22 estão feridas.
Segundo o diretor-geral da Polícia Civil, o andamento das investigações está adiantado e são utilizadas inclusive escutas telefônicas autorizadas pelo Judiciário. Nenhuma hipótese, de acordo com Pedro Mancebo, é descartada. As principais linhas de investigação das mortes levam em consideração causas como retaliação entre traficantes das proximidades da rua Eça de Queiroz, onde foram apreendidas uma metralhadora e pistolas automáticas durante a operação, e a própria participação de agentes penitenciários e de policiais militares em possível represália aos assassinatos de um PM e de um agente penitenciário.
O delegado admitiu a existência de outras linhas de investigação, mas não podem ser reveladas no momento por transcorrerem em segredo de justiça. Mas adiantou que a autoria dos crimes está muito próxima de ser descoberta.  

Correria no Shopping

O delegado explicou que três fatos contribuíram para a correria de sábado, no Porto Velho Shopping: um estelionatário foi reconhecido por um lojista, que avisou em seguida os seguranças.  Iniciada a tentativa de prisão, a esposa de um policial conseguiu chegar ao estacionamento onde uma guarnição da polícia prendia um suspeito de roubo de moto. Ao buscar proteção dentro do carro da polícia a mulher foi confundida com refém de assalto e o episódio gerou o desencontro de postagens nas redes sociais
Segundo Pedro Mancebo, não houve confirmação de tiros no local e a população pode ficar tranquila, pois não houve nenhum outro tipo de ocorrência no final de semana, além do reforço do sistema de policiamento e investigação nas ruas.

Cuidados

Os internautas não devem postar fotos ou comentários nas redes sociais, dando pistas de que estão ausentes de casa.
Ao sair de casa, sempre deixar alguém ou avisar o vizinho e deixar número de telefone para contato.
Evitar sacar grande quantia ou guardar dinheiro em casa. É preferível usar cartão de crédito, o chamado dinheiro de plástico e proteger a senha.
Conferir o dinheiro de maneira discreta e estar atento à presença de suspeitos.
Estar sempre atento aos movimentos de pessoas que entram de capacete ou tentando esconder o rosto com a aba do boné.
Qualquer suspeita ou dúvida ligar para os telefones 190 (Polícia Militar) e 197 (Policia Civil)

Campanha

A Polícia Civil decidiu iniciar, também, a partir de janeiro de 2014, uma campanha para sensibilizar os empresários e lojistas em todos os municípios a investirem na instalação de câmeras de monitoramento, principalmente, nas áreas e centros comerciais.
A medida, segundo Pedro Mancebo, além de inibir ações de furto e roubo, e degradação do patrimônio privado e público, é importantes fatores de geração de informações para as investigações policiais.

Autoria: Decom
Redator: Abdoral Cardoso