Últimos
Capa » Notícias » Justiça nega soltura de Lúcio Mosquini; durante buscas em Ouro Preto, MP flagra nova queima de documentos
Justiça nega soltura de Lúcio Mosquini; durante buscas em Ouro Preto, MP flagra nova queima de documentos

Justiça nega soltura de Lúcio Mosquini; durante buscas em Ouro Preto, MP flagra nova queima de documentos

Advogado do réu é o mesmo de José Dirceu
O desembargador Oudivanil de Marins, da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Rondônia, negou o pedido de relaxamento de prisão ao deputado federal eleito, e ex-diretor-geral do DER, Lúcio Antônio Mosquini, apurou o RONDONIAGORA na noite desta quarta-feira. Ele foi preso preventivamente no dia 3.

Durante a tarde o TJ determinou busca e apreensão de documentos em um escritório político da família Testoni na cidade de Ouro Preto do Oeste. Os mandados estavam sendo cumpridos por promotores e delegados até às 20 horas, de acordo com fontes do jornal. Há ainda informações que mais lotes de documentos foram queimados e estavam relacionados com as investigações do Ministério Público na Operação Ludus. Há uma semana, o prefeito de Ouro Preto, Alex Testoni, Lúcio Mosquini e outras 10 pessoas foram presas acusadas de corrupção envolvendo licitações públicas. Dias depois, a Polícia Militar flagrou em uma cerâmica, funcionários dos Testoni queimando documentos da empresa D. Bosco, pertencente à família.

Fonte:Ronfoniagora