Últimos
Capa » Notícias » Ouro Preto: Polícia é obrigada a usar bala de borracha e algemas durante detenção de jovem por direção perigosa

Ouro Preto: Polícia é obrigada a usar bala de borracha e algemas durante detenção de jovem por direção perigosa

Além de ser detido pela Polícia Militar, o jovem e a motoneta foram atuados em sete artigos do CTB.
Um jovem de 20 anos foi detido na noite desta segunda-feira (6) por direção perigosa após colocar a vida de várias pessoas em risco durante sua tentativa de fuga. A detenção ocorreu por volta das 22h30 na rua Sirley Lemos, bairro Jardim Aeroporto II. Durante a ação, os militares foram obrigados a algemar o suspeito e a disparar um tiro de bala de borracha contra um grupo de pessoas que tentavam impedir que o motociclista fosse contido.
A polícia relata que tudo se iniciou durante o patrulhamento de rotina que ocorria no bairro Boa Esperança, próximo à Escola Benjamim Constant. Os policiais depararam-se com uma motoneta da marca Honda, modelo Pop 100, que era conduzida sem capacete pelo suspeito.
O motociclista, ao receber ordem para parar, evadiu-se do local em alta velocidade, empreendendo fuga por várias ruas, colocando em risco a vida de transeuntes e a própria, uma vez que não utilizava capacete. Ele parou somente na esquina da rua São Luiz com rua Sirley Lemos, após avistar um grupo de amigos.
Os militares tiveram que efetuar um disparo de munição não letal, de calibre 12, para conter várias pessoas que impediam que fosse realizada a detenção do motociclista e para salvaguardar a integridade física dos policiais. Por o suspeito estar alterado e não ter obedecido à ordem policial, a polícia teve que utilizar força física para que ele fosse algemado.
Durante a detenção, a mãe do suspeito compareceu ao local, de onde acompanhou seu filho até a Delegacia de Polícia Civil. Ele foi entregue aos cuidados do comissário de plantão. A motoneta foi conduzida ao pátio da 7ª Ciretran, sendo autuada nos artigos 162 I, 175, 195, 230 IX, 232, 244 I e 252 IV do Código de Trânsito Brasileiro – CTB.

FONTE: Gazeta Central