Últimos
Capa » Notícias » Política » Municipal » Prefeita de Médici autoriza lançamento de concurso para contratação imediata
Prefeita de Médici autoriza lançamento de concurso para contratação imediata
Prefeita Lurdinha de Presidente Médici.

Prefeita de Médici autoriza lançamento de concurso para contratação imediata

Após quase dez anos sem concurso público na Prefeitura de Presidente Médici-RO, a gestão atual do Município efetiva certame com 73 vagas para contratação imediata e preenchimento de cadastro reserva. Os provimentos são para cargos dos quadros de todos os setores da administração, com priorização nas áreas de saúde, educação e obras. A autorização para publicação do edital foi dada pela prefeita Lurdinha do Sindicato (PT), nesta quinta-feira (23).
As inscrições já poderão ser feitas a partir desta sexta-feira (24) até às 22:59hs de 12 de agosto de 2015, através do endereço eletrônico: www.institutoexatus.com, onde também se encontra o Edital. Conforme o Edital, a data para realização das provas objetivas será 30 de agosto de 2015, sendo que, em 27 de setembro haverá fase prática para determinadas investiduras, como os cargos de motorista e operador de máquinas, por exemplo.
Para garantir maior participação e acesso aos candidatos, as provas de níveis superior e médio serão realizadas em horários diferentes. O resultado final está previsto para ser divulgado em 02 de outubro de 2015, no Diário Oficial dos Municípios do Estado de Rondônia (www.diariomunicipal.com.br/arom), no endereço eletrônico www.institutoexatus.com, no sitio www.presidentemedici.ro.gov.br.
Para a prefeita Lurdinha, a realização do concurso é ação consoante à política de promoção de estabilidade profissional e suprimento às necessidades da administração. “O anseio da nossa população por esse concurso já passa de nove anos. Após longo processo para elaboração do edital, apreciação e aprovação do Poder Legislativo, conseguimos licitar e dar andamento a esse projeto, que é um compromisso nosso”, disse.
Sobre cadastro reserva, a prefeita de Médici ponderou que a Prefeitura deverá fazer as convocações de acordo com as disponibilidades financeiras e necessidades do Município. Para tanto, não consta do edital o número de vagas para tal situação, para evitar limitação ao chamamento. O cadastro reserva deve absorver, por exemplo, seis especialidades médicas e várias áreas da educação.

Fonte: Assessoria/Prefeitura