Últimos
Capa » Notícias » Cidadania » Máquinas paradas na BR 319 por causa de decisão judicial Jornalistas da Rede TV e do Diário da Amazônia flagraram máquinas paradas, sem poder recuperar a BR 319
Máquinas paradas na BR 319 por causa de decisão judicial Jornalistas da Rede TV e do Diário da Amazônia flagraram máquinas paradas, sem poder recuperar a BR 319
Aqui a foto mostram os maquinários da empreiteira parados.

Máquinas paradas na BR 319 por causa de decisão judicial Jornalistas da Rede TV e do Diário da Amazônia flagraram máquinas paradas, sem poder recuperar a BR 319

As obras de manutenção e conservação da BR  319, principal via que liga Porto Velho a cidade de Manaus no Amazonas, foram  embargadas pela justiça Federal desde a última sexta-feira (09).
Os serviços são de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte – DNIT, e estavam sendo executadas em aproximadamente  400km, o trecho que corresponde do Km 250 ao 655 de quem vai de Porto Velho para Manaus.
Os trabalhos foram interrompidos pois de acordo com a justiça, o termo aditivo celebrado entre DNIT e Ibama havia fraude, a autorização era apenas de obras de conservação e o termo prévia intervenções e recuperação total da BR 319.
A equipe da RedeTV Rondônia junto ao Diário da Amazônia percorreu um trecho de 500km na BR 319 e constatou que os serviços realmente foram interrompidos.

O apontador de mão de obra da CCM disse que tudo está parado aguardando segunda ordem.

Alguns moradores afirmaram que os serviços estavam sendo executados a cerca de 10 dias , estavam até felizes, mas na sexta-feira  (09) já foram informados pelos operadores das máquinas que teriam que parar o serviço.
As duas empresas responsáveis pela obra são Tescon e CMM, nossa equipe foi no alojamento de ambas as empresas e todas estão com seu maquinários encostados.
O trecho de responsabilidade da Tescon corresponde de Labrea ate o Rio Piquia. CMM ficou responsável pelo trecho da região do Piquiá até o entroncamento de Manicoré.
No alojamento da CMM conversamos com o apontador de Mão de obra, Francisco Ocelio e afirmou que estão aguardando segunda ordem, pois o encarregado já informou os funcionários sobre o embargo da obra.
A BR 319,