Início » Notícias » Esporte » Surpresa com Vital, cuidados com Pedrinho e proteção a Matheus Matias: Carille analisa jovens do Corinthians
Fábio Carille, técnico do Corinthians, com os jovens Pedrinho e Mateus Vital (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians).

Surpresa com Vital, cuidados com Pedrinho e proteção a Matheus Matias: Carille analisa jovens do Corinthians

Meias vêm tendo oportunidades, enquanto atacante ainda espera chance para estrear

Os jovens Pedrinho e Mateus Vital não são xodós apenas da torcida do Corinthians, mas também do técnico Fábio Carille. A dupla tem tido cada vez mais oportunidades na equipe e ganhou elogios do comandante alvinegro em entrevista coletiva nesta sexta-feira, véspera da primeira final do Paulistão contra o Palmeiras.
Porém, os garotos passam por momentos distintos. Embora tenha chegado ao Timão neste ano, Vital tem leve vantagem em relação ao companheiro por conta do preparo físico. Aos 20 anos, o ex-vascaíno está melhor condicionado e vem surpreendendo a comissão técnica alvinegra, como contou Carille:
– Quando surgiu o nome dele, nem demorei para autorizar (a contratação). Já vinha observando-o. Mas estou surpreendido pelo pouco tempo, como está se sentido bem, confiante. Um menino assim, jovem e já desse tamanho. Mas quando vem de uma equipe como Vasco, você pode acelerar o processo. Diferentemente do Matheus Matias, do Edenilson, Jucilei (que chegaram de clubes menores). É diferente pela camisa de peso – explicou Carille.
Fábio Carille, técnico do Corinthians, com os jovens Pedrinho e Mateus Vital (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians) Fábio Carille, técnico do Corinthians, com os jovens Pedrinho e Mateus Vital (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag.Corinthians)

Titular nas duas semifinais contra o São Paulo, Mateus Vital pode seguir na equipe diante do Palmeiras, neste sábado, na primeira final do Paulistão.
Já Pedrinho, que está com 19, ganhou massa muscular e aumentou o nível de ferro no sangue, que estava abaixo do padrão, mas ainda não suporta disputar uma partida completa em alta intensidade:
– A gente procurou cuidar da saúde dele. Acompanho o Pedrinho desde 2014 ou 2015 nas categorias de base. Os resultados estão mostrando que hoje ele é mais atleta. Ele tinha um cansaço fora do normal no ano passado, corremos atrás e alguma coisa tinha, não sou a pessoa mais indicada para explicar isso. Graças a Deus que ele está em um clube que dá condições. Se estivesse em um clube menor, o Brasil poderia perder um grande jogador. Que legal vê-lo bater um pênalti decisivo (contra o São Paulo), um jovem. Eu perguntei e ele falou: “Eu bato”. Então vai bater, nem perguntei para os mais velhos – contou Carille, lembrando a partida da última quarta-feira.

Por Bruno Cassucci, São Paulo

Veja também

Deputado Adelino participa da entrega de equipamento para Amorevi, em Ariquemes Parlamentar também participou de várias agendas no fim de semana