Início » Notícias » Esporte » Fabrício Bruno revela desejo inicial de retornar ao Cruzeiro e “sufoco” em vinda para BH
Fabricio Bruno estava na Chapecoense e foi chamado para integrar o elenco de Mano Menezes — Foto: Cruzeiro.

Fabrício Bruno revela desejo inicial de retornar ao Cruzeiro e “sufoco” em vinda para BH

Zagueiro esteve emprestado para a Chapecoense e voltará a atuar com a camisa cruzeirense
Na janela de transferências, Fabrício Bruno viveu uma indecisão sobre seu futuro. Ficava na Chapecoense ou voltava ao Cruzeiro? Depois de algumas decisões revistas, o defensor voltou à Toca da Raposa, após ficar dois anos no futebol catarinense, e vem para ocupar a vaga de Manoel, que será emprestado ao Corinthians por uma temporada.
Em certo momento, Fabrício Bruno estava confirmado para retornar novamente para a Chapecoense por empréstimo, chegou a treinar no clube catarinense, mas acabou retornando por causa da negociação de Manoel. O jogador disse que o desejo era continuar jogando, mas a preferência era atuar pela Raposa.
– Quando voltei (terminou o empréstimo), minha preferência era voltar no Cruzeiro. Fiquei esperando o fim das negociações, quando vim aqui e pedi para voltar Chapecoense. Mas, desde o começo quando cheguei, era o que queria. Fui para lá porque queria jogar, ter oportunidade. Quando a notícia chegou (do desejo de retorno do Cruzeiro), liguei para os empresários, falei que queria voltar, ajudar da melhor maneira possível – disse o jogador.
Fabrício Bruno será o terceiro zagueiro da base cruzeirense à disposição de Mano na temporada. Além dele, estão no grupo Murilo e Cacá. O jogador disse que só foi difícil voltar a Belo Horizonte, já que teve problemas no voo.
– Para falar a verdade, quase eu não venho. Por volta de 14h, eu almocei, meu voo era 15h20, mas de uma hora para outra o tempo fechou, quase o avião não pousa. O avião teve que arremeter três vezes para eu voltar para Belo Horizonte – contou o jogador.
Bruno já voltará a treinar com o grupo cruzeirense e estará à disposição de Mano Menezes para a estreia da equipe contra o Guarani, de Divinópolis, neste sábado, às 16h30 (de Brasília), no Farião.

Por Gabriel Duarte — de Belo Horizonte

Veja também

Deputado Eyder Brasil afirma que mola mestra da economia de Rondônia é o agronegócio