Início » Notícias » Política » Municipal » Ismael Crispin participa de Dia de Campo em São Miguel do Guaporé e questiona data de realização do evento
Ismael Crispin participa de Dia de Campo em São Miguel do Guaporé e questiona data de realização do evento.

Ismael Crispin participa de Dia de Campo em São Miguel do Guaporé e questiona data de realização do evento

Ele falou também sobre o trabalho de economia na Assembleia Legislativa
O deputado estadual Ismael Crispin (PSB) participou nesta quinta-feira (8), do dia especial do café clonal, “Dia de Campo”, realizado pelo Governo de Rondônia, através da Secretaria de Agricultura (Seagri) e Emater no município de São Miguel do Guaporé.

O deputado, durante discurso aos produtores de café, sugeriu que a data para a realização deste evento seja alterada. “ Não podemos realizar ação deste porte no mesmo dia da colheita do café, é preciso de uma data diferente para reunir todos os envolvidos, que estão bem mais empenhados na colheita” frisou.

Ismael Crispin participa de Dia de Campo em São Miguel do Guaporé e questiona data de realização do evento.

A ideia é realizar o “Dia de Campo” no mês de abril, mas houve um impedimento, por conta disso, o parlamentar promete questionar e propor a Emater uma mudança no calendário. “Temos um povo ordeiro, trabalhador e os maiores produtores de café da região, estão em São Miguel do Guaporé e precisamos que eles estejam presente nas discussões, porém o período não permite”, defendeu.
O deputado garantiu que irá fazer o pedido por escrito para mudança de data para o dia de Campo.
Além disso, Crispin questionou a devolução de recurso pela Emater no valor de R$ 500 mil, de emenda do ex-deputado Federal Nilton Capixaba, que poderia ter sido usado na construção de um auditório na própria Emater. “Cobrei através de documento, via Assembleia Legislativa, o motivo desta devolução, num período tão difícil para investimentos na agricultura”, disse.

Agroindústrias
Ismael aproveitou para falar sobre sua ampla defesa na aprovação do projeto de lei sobre as agroindústrias, que já está na Casa de Leis para apreciação e votação. “Isso vai gerar emprego e renda para o homem do campo. Não podemos só produzir, mas também agregar valores aos produtos”, ressaltou.
Relatou os amplos debates propostos por ele, que envolvem a Secretaria de Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Seagri, Emater e de todas as pastas da área, que emitiram parecer favorável sobre a proposta e demonstraram total interesse na mudança.
Segundo o deputado, com a aprovação do PL, o agricultor poderá, por exemplo, vender seus produtos em qualquer município de Rondônia, o que hoje não é permitido.
Economia na Assembleia
Crispin falou também sobre o trabalho de economia na Assembleia Legislativa, com a gestão do presidente da Casa de Leis, deputado Laerte Gomes (PSDB), que tem realizado ações firmes. “No período de quase 100 dias de mandato tivemos uma economia de quase R$ 30 milhões, dinheiro que vai ter resultado na sociedade rondoniense”, pontuou.
Sobre as sessões itinerantes, o deputado relatou a proposta dele, de transformar o evento em reunião especial, para evitar e reduzir gastos. “Nos próximos eventos haverá uma redução de cerca de 90% nas despesas com essas sessões. Isso é um mandato de responsabilidade, feito em parceria e união de todos os 24 deputados da Casa de Leis”, encerrou.

Fonte/Fotos: Assessoria

Veja também

País tem 201 mortes por covid-19 e 5.717 casos confirmados

Casos confirmados chegam a 5.717, segundo boletim O número de mortes em razão do novo …