Início » Notícias » Educação e Cultura » Prefeitura compra 140 ônibus e diz que transporte escolar estará resolvido a partir de 2020

Prefeitura compra 140 ônibus e diz que transporte escolar estará resolvido a partir de 2020

Toda a história foi relatada pelo próprio Hildon Chaves, durante uma coletiva à imprensa no prédio do Relógio, nessa sexta
Provavelmente é o maior de todos os desafios do governo de Hildon Chaves. Se poderia citar as imensas dificuldades na área da saúde, com seus imensos problemas, que nunca têm fim e o transporte coletivo, que piorou muito no governo Mauro Nazif, mas que não evoluiu nada na atual administração. Mas esses são problemas menores, ante o maior de todos os obstáculos: uma solução definitiva para o problema do transporte escolar. Não se pode dizer que Hildon não tentou de tudo para tentar solucionar o que, até agora, parecia sem saída. No final, perdido mais um ano letivo para as crianças da área rural e depois de romper todas as amarras que a Prefeitura tinha com empresas do setor (a quem Hildon denominou de Máfia do Transporte Escolar), ele diz que encontrou uma solução que, garante, resolverá de vez o problema pelo menos pelos próximos 20 anos. A compra de 140 ônibus, ao preço de mais de 36 milhões e 200 mil reais, foi a saída encontrada. A outra metade do problema (como os ônibus serão mantidos; como serão abastecidos, como serão contratados os motoristas e outros responsáveis), também é questão que está sendo detalhada. Não há um plano concluído, mas há sim a certeza de que esse foi o único caminho que restou. Embora durante muito tempo o problema do transporte escolar tenha deixado prefeitos de Porto Velho sem dormir (e muito mais insone deixou o atual Prefeito), o que o Prefeito garante, hoje, é que tudo está sendo concretizado para que, a partir de 2020, esse drama não mais existirá.
Toda a história foi relatada pelo próprio Hildon Chaves, durante uma coletiva à imprensa no prédio do Relógio, nessa sexta. Na verdade, o mote principal do encontro foi o anúncio de mais um pacote de obras do seu governo e, principalmente, nesse último semestre. Os pesados investimentos em pavimentação, reformas de postos de saúde, além da contratação de novos 246 profissionais para atender a população, via Semusa; o reinício de obras paradas e de outras, esperadas há anos, como no bairro da Lagoa, certamente mereceram atenção. Mas, foi quando o Prefeito começou a detalhar a questão do transporte, que não se ouvia um só som na sala, tal a atenção que todos prestaram aos detalhes comentados. A solução foi muito difícil e demorada e percorreu um longo caminho, no detalhamento feito pelo Prefeito. Mas, enfim, quando começarem as aulas na zona rural, em abril do ano que vem e os novos ônibus, produzidos especialmente para rodarem em estradas inóspitas, começarem a transportar as crianças que há anos perdem aulas, Hildon e os pais desesperados, que não veem suas crianças frequentarem, aulas há tão longo tempo, finalmente, poderão dormir em paz.

Fonte: Sérgio Pires

Veja também

Gran Prix de Taekwondo mobiliza atletas de Rondônia em Ji-Paraná

Atletas de várias cidades de Rondônia desembarcaram em Ji-Paraná em busca de medalhas e uma …