Início » Notícias » Esporte » Cruzeiro se assusta com gramado, mas se classifica com time do futuro

Cruzeiro se assusta com gramado, mas se classifica com time do futuro

Adílson diz que jogava Liberadores e não sabia como era Copa do Brasil
Adílson Batista não é exatamente um técnico paciente. Nunca foi exatamente um treinador capaz de olhar para o futuro, porque sempre observou atentamente o presente. Como qualquer torcedor, espera inteligência e experiência de quem joga por clubes grandes, como o Cruzeiro.
Pois o atual time cruzeirense, com seis titulares abaixo dos 21 anos, parece ter a incrível capacidade de oferecer cuidado de professor e paciência de Jó ao treinador vice-campeão da Libertadores de 2009.

Adílson comprou o projeto.s

Foi possível entender isso na partida contra o São Raimundo, em Roraima. Jogadas de ataque desperdiçadas e de defesa permitidas contra rival difícil, que o Cruzeiro espera ver em fases mais duras, quem sabe no futuro no Catar, de onde voltou campeão mundial.
O Cruzeiro classificou-se em Roraima, sem grande futebol. Claro. Adílson chegou na quarta-feira e se assustou com a falta de qualidade. A bola pica, como se fosse Campeonato Inglês dos anos 1980, pré-Premier League.

Sofreu, mas se classificou.
Tem uma legião de jovens talentos.
Significa que em breve vai voltar a brigar por grandes títulos.

Adílson Batista não é exatamente um técnico paciente. Nunca foi exatamente um treinador capaz de olhar para o futuro, porque sempre observou atentamente o presente. Como qualquer torcedor, espera inteligência e experiência de quem joga por clubes grandes, como o Cruzeiro.
Pois o atual time cruzeirense, com seis titulares abaixo dos 21 anos, parece ter a incrível capacidade de oferecer cuidado de professor e paciência de Jó ao treinador vice-campeão da Libertadores de 2009.

Adílson comprou o projeto.s
Foi possível entender isso na partida contra o São Raimundo, em Roraima. Jogadas de ataque desperdiçadas e de defesa permitidas contra rival difícil, que o Cruzeiro espera ver em fases mais duras, quem sabe no futuro no Catar, de onde voltou campeão mundial.
O Cruzeiro classificou-se em Roraima, sem grande futebol. Claro. Adílson chegou na quarta-feira e se assustou com a falta de qualidade. A bola pica, como se fosse Campeonato Inglês dos anos 1980, pré-Premier League.
Sofreu, mas se classificou.
Tem uma legião de jovens talentos.
Significa que em breve vai voltar a brigar por grandes títulos.
Fonte:blogdoPVC

Veja também

Deputado Anderson busca regularização da escola Maria Isaura

E ressalta que escola não possui salas climatizadas Visando melhorias para a Escola Municipal de …